sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

LIVRO - JAIR BOLSONARO - PRESIDENTE DO BRASIL

Livro: Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, fala da esperança de acabar com esta corrupção nacional e com a passividade do Estado ante a ação de criminosos em todos os escalões da sociedade. O Escriba de Cristo faz uma previsão do cenário político em 2018 e aposta em Jair Bolsonaro para acabar com esta democracia demagógica.

Você pode comprar o livro no amazon.com ou clubedeautores.com.br
Cover_front_medium
Número de páginas: 151 

Edição: 1(2017) 

ISBN: 978-1545258316 

Formato: A5 148x210 

Acabamento: Brochura c/ orelha 

Tipo de papel: Offset 75g


sábado, 5 de novembro de 2016

LIVRO: 101 MARAVILHAS DE DEUS - VOLUME II

Este é o segundo livro de uma série interminável onde o Escriba de Cristo interpreta as leis naturais segundo o princípio absoluto da verdade na qual Deus é a causa de tudo, não há outra possibilidade para explicar o universo. Animais, plantas, química, física, tudo aponta para uma mesma mente.


Cover_front_perspective
Número de páginas: 100

Edição: 1(2016)

ISBN: 978-1539934417

Formato: A5 148x210

Coloração: Preto e branco

Acabamento: Brochura c/ orelha

Tipo de papel: Offset 75g












Livro a venda no clubedeautores.com e no amazon.com.br, ou leia gratuitamente no slideshare.

Este é o segundo volume da coleção MARAVILHAS DE DEUS. Não sei precisamente quantos volumes irei publicar uma vez que são bilhões de maravilhas que Deus criou. Tenho falado sobre as maravilhas de Deus evidentes na botânica, na zoologia, nas ciências naturais, na física e na química entre outros campos do saber humano onde permeiam as assinaturas do Criador. Quando se percebe que cada detalhe do universo que nos cerca tem um propósito, que não tem nada inacabado, fica escancarado que há uma mente inteligentíssima por trás do universo, e não somente inteligente, mas poderosíssima para poder por a termo suas ideias. Este SER cria matéria do nada, este SER tem em seu poder todos os recursos do universo, este SER programou cada criatura como um software embutido no DNA de cada ser vivo. Ao final não há como escapar de Deus.



quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Dilma Rousseff perde o mandato

 

Valdemir Mota de Menezes feliz com a queda da tirania socilaista-comunista. Vai para o inferno PT.

Dilma Rousseff perde o mandato e Michel Temer toma posse ainda hoje

Teresa Cardoso | 31/08/2016, 13h36 - ATUALIZADO EM 31/08/2016, 14h03
Encerrada a votação do processo de impeachment de Dilma Rousseff. Por 61 votos a 20, o Senado decidiu que ela perde o mandato e que Michel Temer deve ser empossado definitivamente na presidência da República. A cerimônia de posse deve ser realizada ainda nesta tarde, no plenário da Câmara dos Deputados, numa cerimônia simples conforme instruções do presidente.
Ao votar pelo impeachment, a maioria dos senadores entendeu que Dilma Rousseff descumpriu a Constituição e a Lei de Responsabilidade Fiscal por ter editado decretos suplementares sem o aval do Congresso e por ter repassado com atraso recursos do Tesouro para o Banco do Brasil pagar a equalização dos juros do Plano Safra.
A votação que consistiria numa única pergunta aos senadores foi dividida em duas questões. Na primeira, os senadores foram indagados se Dilma cometeu esses crimes. Por 61 votos a 20, eles responderam sim. Na segunda votação, decidirão se ela ficará inabilitada por oito anos para o exercício de função pública. Essa segunda votação se realizará agora.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

LIVRO: O ANTICRISTO É MUÇULMANO

 LIVRO que traz uma nova perspectiva sobre o futuro império do Anticristo. O livro pode ser lido gratuitamente logo abaixo, ou pode ser comprado no formato impresso ou e-book, pelos sites:
amazon.com.br  ou clubedeautores.com.br

 Cover_front_medium
Número de páginas: 334

Edição: 1(2016)

ISBN: 153724373X

Formato: A5 148x210

Acabamento: Brochura c/ orelha

Tipo de papel: Offset 75g

sábado, 30 de abril de 2016

O FIM DO PT

O que virá com o fim do PT?

O que virá com o fim do PT?
Estava claro para mim, no início de 1992, que finalmente o século XIX havia acabado. A extinção da URSS era o fim não só do “socialismo real”, mas também da possibilidade da teoria da luta de classes se manter como um visão predominante a respeito das transformações sociais. 
Isso ficou ainda mais evidente com a campanha do “Fora Collor”. Nada havia no movimento – e escrevi sobre isso na época – que pudesse estar afinado com objetivos exclusivamente classistas e econômicos no sentido do marxismo clássico. A revolta contra Collor foi, durante boa parte do tempo, motivada por um descontentamento moral. Lula, Covas, Brizola e até Quércia pareciam então como que “pessoas do bem”, contra as quais a população mais pobre, insuflada por determinações momentâneas, fora posta ao lado de um falso “caçador de Marajá” que, de posse da Presidência, abria o Palácio do Planalto para PC Farias, um nítido e perigoso bandido.
Revista Veja do anos oitenta
Revista Veja do anos oitenta
Claro que Collor irritou a população com o confisco da caderneta de poupança. Este ano acabou não trazendo posteriormente nenhum benefício, ficou como um tiro nas costas da classe média em seus diversos graus. Mas, na base do movimento “Fora Collor”, a questão não classista e não econômica é que esteve sempre fervendo. Não à toa os primeiros a se mobilizarem contra ele foram estudantes de classe média alta, em colégios de gente rica. Era fácil encontrar “musas” e “musos” no movimento, já que a imprensa sempre vê tais figuras nos que possuem os rostos da classe média alta.
Ficamos sem perceber isso, o não caráter de luta de classes no conjunto da coisa toda, porque o movimento do “Fora Collor” desembocou em partidos ainda classistas, voltado para a política do início do século XX e alimentados por doutrinas do século XIX. Nesse ciclo, PSDB e PT herdaram bandeiras social-democratas interiores ao MDB e PMDB e, enfim, completaram uma época. Essa época chega ao fim agora, de uma vez por todas, com o esfacelamento do PT e com a inutilidade já anterior do PSDB.
Que tipo de esfacelamento temos? O que derrota o PT e faz o “Muro de Berlim” finalmente cair de uma vez, aqui entre nós? Problemas econômicos tem um peso, mas, novamente, o motivo é fundamentalmente de psicopolítica: traição da palavra, imoralidade administrativa, afronta ao brio da população. Dilma e Lula, na juventude, já estavam vivendo um apontamento para o que seria o resto, logo depois, do fim da modernidade clássica. Mas o destino quis ser mais irônico e trazê-los maduros, de cabeços brancos, para serem eles próprios imolados pela população de modo a não se deixar dúvida sobre a extermínio das diretrizes de uma época. O episódio dos grampos, da publicidade das falas e da incompetência de Lula e Dilma em perceberem em que tempo vivem, mostra o quanto a população está para enterrar dinossauros.
Cena do filme Adeus Lênin
Cena do filme Adeus Lênin
O Impeachment de Dilma, acontecendo ou não, agrupado à tentativa de Lula ser ministro para escapar da Justiça, é uma afronta que apenas sela de vez o fim do PT e o fim de qualquer possibilidade de existência de algum partido com o nome de “trabalhista” ou “do trabalhador” ou “socialista” e coisas do tipo. Finaliza-se uma época que, bem nos Estados Unidos, nasce para imediatamente morrer, que é esquisito canto do cisne de Sanders. Na verdade, “direita” e “esquerda” continuarão a existir no meio jornalístico, mas terão pouco a ver com questões de classe e, muito mais, com panoramas sobre o modo de automanutenção dessa estufa de mimos (Sloterdijk) chamada “sociedade da abundância”.
O que está em jogo agora são os estilos a respeito de como articular peso e não peso, gravidade e movimento anti-gravitacional, de modo a ver o que é que se pode chamar de realidade – a realidade 2.0 – no interior da estufa, as zonas de conforto do mundo atual, os Estados Unidos e a Europa, e bolsões aqui e acolá nos BRICS. Ar condicionado, vegetarianismo, invenção de papeis sexuais, entretenimento, performances esportivas, morbidez falada, biogenética e geração de monstros – esses serão os temas que dominarão os cenários dessas estufas, mesmo que tensionadas pelas migrações periódicas. A “questão dos pobres”  será a questão da entrada dos bárbaros, mas não mais a questão central, mesmo que tais zonas de conforto venham a ampliar diferenças até no seu interior menos afeito à rudeza.
Richard Rorty no passado recente se deu conta disso. Peter Sloterdijk atualmente sabe bem sobre tudo isso.
Em um prazo de menos de cinco anos e não ouviremos mais falar de “partido dos trabalhadores”. No máximo ficará por aí uma sigla moribunda, como alguma coisa extemporânea, como é o hoje o PCdoB ou PCB e adendos.
Peter Sloterdijk
Pessoas de direita e esquerda, no sentido defendido por gente que se diz socialista ou que se diz liberal de direita, não farão sentido nesse novo mundo. Estarão balbuciando coisas, mas completamente fora das narrativas internacionais que já estão sendo tecidas, há uns quarenta anos, por outros fios e cores. A “esquerda” tenderá cada vez mais a ser redesenhada por temas que manterão um vago sentido de generosidade para os menos fortes e liberdade de criatividade, ao passo que a direita irá se por sob o crivo do conservadorismo genérico e certo nariz torto para com a liberdade que se faça generosa demais para os menos fortes.
Paulo Ghiraldelli, 58, filósofo.

BOOK: THE FOUR-LEGGED ANGEL


This biographical and theological work can be read for free below, or you can purchase e-book or printed by various sites like kindle amazon.com

Cover_front_medium



This is the story of a dog, a man and an angel. Perhaps you will be just a fanciful story about a pet, but for me, it was much more than that. As I write these words, the lifeless body of my angel is in the car, waiting for the proper burial that will make tomorrow a hundred kilometers from here. I am immersed in feelings such as gratitude, gratitude, sweet memories and nostalgia. This book can be classified as magical realism, because part of the book is an expression of my feelings and memories and part of the book is sensory, over the years I and the dog talked through thought, telepathically. People are free to believe or not what you want, including the story that I lived with the Doctor. Eva spoke to the serpent, Balaam with the mule and I with a dog. These stories are real. People have impulse to reject what does not. I do not ask you to believe, just read my story.


sexta-feira, 15 de abril de 2016

TODOS OS TELEFONES DO PRESIDENTE LULA

Compre o livro TODOS OS TELEFONES DO PRESIDENTE LULA em várias livrarias virtuais como amazon.com, e clubedeautores.com.br no endereço abaixo:
https://clubedeautores.com.br/book/207470--TODOS_OS_TELEFONES_DO_PRESIDENTE_LULA#.VxGX-vkrLIU

          
  Este presente volume faz uma análise das ligações telefônicas que o juiz Sergio Moro retirou o sigilo do processo e permitiu que a sociedade brasileira tomasse conhecimento do complô que Lula, Dilma e a cúpula do Partido dos Trabalhadores tramavam contra o Brasil. Em seu plano de poder, o PT enriqueceu seus membros mais ilustres e arregimentava sua quadrilha na ralé da sociedade com seus exércitos paralelos como o MST, os ditos movimentos sociais, os sindicatos e grupos sanguessugas como a CUT (Central Única dos Trabalhadores).  As revelações das conversas telefônicas deixaram o Brasil estarrecido com as manobras ilegais que o PT tramava para livrar Lula das mãos pesadas da justiça federal, em especial, da REPÚBLICA DE CURITIBA, pois daquela capital brasileira, uma força conjunta da Policia Federal, do Ministério Público Federal e da Justiça Federal, desvendou-se o maior esquema de corrupção da história do Brasil e mesmo da história da humanidade. O volume de dinheiro desviado do erário público e da Petrobrás trata-se de uma soma astronômica que bandidos mancomunados transferiram para sustentar a máfia do PT